11 momento emocionantes de How I met your mother | Bea Oliveira.

ATENÇÃO: Esse post contem spoiler

Ao longo de 9 temporadas, How I Met Your Mother já nos emocionou de várias formas. Por isso, decidi faz um TOP 11 com os momentos mais emocionantes ao longo da série para todos os fãs matarem as saudades.

OBS: Se você ainda não terminou a série, este post contém spoilers de todas as temporadas.

Klaus diz que Victoria não é seu Lebenslanger Schicksalsschatz.
Podemos dizer que em How I met Your Mother nenhum casamento foi simples! A série é uma espécie de fuga das noivas. Mas em “Farhampton” quem foge é um noivo. Vale relembrar que Victoria já ia abandonar ele para fugir com Ted, mas ele acaba ficando sem entender porque Klaus ia deixar uma mulher como ela e, pra não ficar em dúvida, resolve perguntar.

Foi nesse momento que a série nos brindou com um espetáculo em todos os sentidos, as imagens, a trilha sonora e a lição de vida que o fofo do Klaus dos dá ao explicar que Victoria era quase o que ele procurava, mas não completamente. Ele ainda dá a deixa para Ted pensar que se você tem que pensar sobre se já encontrou aquela pessoa ideal, quer dizer que você ainda não encontrou, pois não há margem para dúvidas.

A contagem regressiva que nos leva à morte do pai do Marshall

Por mais que ‘Last Words‘ cubra muito mais a morte do Marvin do que ‘Bad News‘, a ideia que eles tiveram de fazer aquela contagem regressiva em um episódio que a gente já saca pelo nome que vai trazer alguma bomba… Foi fatal!

Entre todas as más notícias que a gente podia esperar, ver aquela cena final do episódio matou qualquer um do coração. Quem é do tipo que lê tudo sobre a série sabe que no roteiro do Jason Segel constava a informação de que a Lily ia dizer para o Marshall que estava grávida, ou seja, a surpresa dele ao saber o que acontece é real, o que deu um tom especial à cena. A gente vê que ele fica nitidamente perdido, no começo parece que é ele quem consola a Lily, até que a ficha cai. É uma cena curta, mas com uma carga emocional devastadora. Colocou muita gente pra chorar junto.

A conversa entre Lily e Ted no terraço do prédio

Se durante a série toda a Alyson Hannigan foi a rainha da interpretação, esse foi o momento que todo mundo teve que tirar o chapéu pra ela. É impossível não se emocionar. Em níveis diferentes de relações, Ted e Lily sentiam dores semelhantes que guardavam e não podiam revelar às únicas pessoas que realmente poderiam fazer algo pra mudar a situação da vida deles. Essa é aquela cena que ainda bate forte quando eu assisto.

Barney não entra na cafeteria para conhecer os pais da Nora.


Bom, eu não sou do time Nora, mas essa cena deu um gigantesco aperto no coração, porque juro que não entendi o porque o Barney não entrou, já que o cenário na mente dele era feliz e favorável. Ele sente que está gostando dela, mas fraqueja no momento que tem que dar a cara pra bater e lutar por isso. E ela foi uma pessoa que permitiu um crescimento real nele e uma pessoa que, acima de tudo, o amou o suficiente pra tolerar todas as mancadas que ele deu. Foi uma cena que me marcou muito!

Quando Barney tem o segundo mais longo da sua vida.

Na sétima temporada, Barney e Robin tem uma recaida depois de muito tempo separados. E quando percebem que possuem sentimentos entre eles, Barney propõe que contem a verdade a seus respectivos namorados. Barney diz para Nora que a traiu com Robin e que não pode levar o relacionamento adiante. E Robin diz que fará o mesmo com Kevin, mas não faz.
Barney e Robin haviam combinado de se encontrarem no bar, naquela noite. Ele chega entusiasmado, e ao ver Robin entrando com Kevin, Barney experimenta o segundo mais longo de sua vida ao perceber que Robin não escolheu ficar com ele. 

Lily abandona Marshall

Eles são o casal perfeito, são tão felizes juntos e foi quase impossível de acreditar que a relação dos dois um dia poderia chegar a esse ponto. Justamente quando tudo parecia bem, quando o mundo estava entrando no eixo e Ted e Robin se acertaram pela primeira vez, o sorriso se desfez quando vemos Marshall segurando a aliança da Lily.

Monólogo do Ted

O que você faria se estivesse no futuro e pudesse remendar o passado? Esse episódio é justamente sobre isso. Mas o que vemos, no fim das contas, é uma das cenas mais sofridas do Ted abandonado pela “gangue”, olhando para o ticket para Robot x lutadores. E relembrando este momento enquanto conta para seus filhos.

The Robin.

De todos os planos e cantadas que o Barney escreveu no Playbook, ele finaliza a sua vida de solteiro com o seu maior desafio. Ao longo da oitava temporada, Barney e Robin tiveram vários momentos “vai, não vai?”, e no final descobrimos que a ultima página do livro de cantadas do Barney era intitulada “The Robin”, que era, nada mais nada menos, que uma forma de pedir a mão da garota em casamento. Cena simplesmente perfeita, que deixou os shippers muito felizes.

O Pai do Barney

Esse episódio é quando o Barney admite que um pai lhe faz falta, ele vai jantar com a família do pai, e acaba sendo cruel com o meio irmão caçula, sai da mesa ao descobrir que JJ se chama '' Jerome Junior '', em homenagem ao pai, então, quando o pai do Barney vai atrás dele encontra ele tentando tirar a cesta de basquete da casa, então Barney leva a cesta, e dá para o Ted, para quando ele tiver filhos.

Ellie Stinson.

De todos os planos e cantadas que o Barney escreveu no Playbook, ele finaliza a sua vida de solteiro com o melhor final possível. Depois de um mês perfeito uma das garotas acaba grávida e Barney contra todas as expectativas ( ou a favor de todas rs) se torna pai. Ver o cara que pegava todas as garotas nesta cena fez meu coração explodir. 

A mãe.
Eu sou do time que esperava ver Ted casado, feliz com seus dois filhos, e que ele só estivesse contando a história porque ele é um grande contador de histórias, e não porque ela estava morta, mesmo a série dando essa pista várias vezes… Mas a ternura e a gratidão do Ted no discurso final são as coisas mais fofas do mundo, a admissão dos sentimentos bons, mesmo depois de ter perdido a pessoa por quem ele tanto esperou...
Se ignorarmos aquele final horrivel no qual ele vai atrás da Robin, emociona descobrir que “é mellhor amar e perder do que nunca ter amado”, por mais doloroso que seja eu gostei de que a esposa dele estava morta, pois vemos que depois de anos procurando a mulher certa, encontrando ela graças a acontecimentos surreais, acaba com ela morrendo, e temos apenas lembranças, e uma cena que emociona só de lembrar.

E ai, qual momento mais emocionou você? Escreva nos comentários.
- Poxa, Bea.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo